Grupos de namoro lésbicas

O maior site de encontros, namoro, amizade e chat em Portugal. Felizes.pt é o melhor site de encontros para conhecer pessoas. Site de Grupos do whatsapp com milhares de Grupos do whatsapp para voce participar e postar seus links de Grupos Grupos de Namoro Gays. Os melhores grupos de namoro gay estão aqui. Encontre o melhor link de grupo gay no whatsapp e seja feliz! Grupos de Namoro Lésbicas. Aqui você encontra aquel grupo namoro lesbico perfeito e outros links de grupos de namoro lésbicas. Relacionamento Aberto. Você que está procurando por grupos de namoro de ... Taimi é um aplicativo abrangente de namoro e bate-papo lésbico para bissexuais, lésbicas e homossexuais de todo o mundo. Seu objetivo é se tornar uma plataforma de rede social diferente de todos os outros sites de namoro lésbico. Nesse tipo de site de rede, você pode usar todas as funções livremente. Grupos no WhatsApp para quem gosta de boa música. Você fã de algum cantor? Compartilhe seu grupo, sua banda ou música favorita! Namoro. Está a procura de um novo amor? Encontre aqui pessoas solteiras e viva uma linda paixão! Para héteros e gays próximos. Profissões. Grupos de WhatsApp destinados a profissionais de diversas áreas. Namoro Fechamento 10 / 10. Regras 1:Não mandar link de outros grupos 2:proibido putaria 3:pfv sem trava se não é ban 🏻 🏻 Pfv meninas se algum menino chamar no seu pv e vcs não altorisou a chamar no pv pfv falar com um dos adm ok 4:chinguar de filha da puta é ban 🏻 Entrar no Grupo Você que é mulher e curte mulheres, você é lésbica, então vai curtir essa categoria, com links para participar de grupos de lésbicas no Whatsapp. Grupo de LGBT de Campinas Publicado em Agosto 25, 2017 Janeiro 11, 2019 por Jéssica Regras: Regras: Grupo exclusivo para namoro bi Por favor não poste nudes no grupo! Se não estiver gostando do grupo basta sair. Não faça spam de links e não divulgue correntes e coisas do tipo Não divulgue coisas ilegais Para pessoas de. 19 a 25 anos e se apresentem com foto, idade, nome, cidade. Grupos de Namoro Gays. Os melhores grupos de namoro gay estão aqui. Encontre o melhor link de grupo gay no whatsapp e seja feliz! Grupos de Namoro Lésbicas. Aqui você encontra aquel grupo namoro lesbico perfeito e outros links de grupos de namoro lésbicas. Relacionamento Aberto. Você que está procurando por grupos de namoro de ... Nome do grupo: Namoro entre lésbicas. Descrição: Grupo feito para mulheres que pretendem ter um namoro sério com outra mulher, sendo assim, um namoro lésbico. Só temos lésbicas no grupo, entrem pelo convite e paquere mulheres de todo o Brasil. Entrar: Grupos de lésbicas no WhatsApp.

O PEDIDO

2020.08.13 22:06 Natali-Gessoli O PEDIDO

Oi Luba, Gatas, Editores, Papelões e turma q esta a ver. Essa história se passa no 4⁰ ou 5⁰ ano e envolve eu e minha amiga (que pediu para nn falar o nome caso alguém da sala veja)Narls.
Naquela época tínhamos o costume de levar dois bichinhos de pelucia, aqueles agarradinhos, pra escola, um burro chamado Bruno(meu) e uma coelha chamada Jujuba(da Narls). Certo dia estávamos na aula de educação física, enquanto o professor explicava a ativade estávamos brincando com os bichinhos. Os bichinhos gostavam um do outro, mas nada sério. Então o Bruno tomou uma iniciativa e decidiu pedir a Jujuba em namoro. Tudo estava dando certo, até que chegou a hora do pedido. No momento que o eu, como o Bruno falei:"Você quer namorar comigo?" A sala inteira calou, foi o maior silêncio e todo mundo nos encarando, até o professor. Não sabendo como agir minha amiga Narls teve a reação correta de se esconder de tanta vergonha e fingir q nn existia. Mas eu no meio do pânico fiz o seguinte, fiquei em pé e comecei a gritar:"FOI O BRUNO E A JUJUBA, NÃO FUI EU!!! EU JURO, NÃO FOI A GENTEEE, FOI OS BICHINHO", enquanto Narls morria de vergonha e estava tendo um ataque de riso. Passamos o resto do dia morrendo de vergonha. Depois desse dia eu e a Narls começamos a ser seguidas pela escola por um grupo de menina pois achavam que eramos lésbicas e estávamos namorando.
Essa foi a minha história, espero que gostem. Ps:Hoje em dia Bruno e Jujuba estão casados e com 3 filhos.
submitted by Natali-Gessoli to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.29 02:17 JhowneeBitch O QUE SÓ ACONTECE EM FILMES MAS INFELIZMENTE ACONTECEU COMIGO

Olá, People, Luba e quem estiver lendo. Isso aconteceu e tenho testemunhas. Aliás, essa história é contada até hoje, talvez até por pessoas das quais nem lembro mais que existam. Mas vamos lá.
Começou em 2009, eu estava no último ano do ensino fundamental, e já me reconhecia como Bissexual. Na época, eu era talvez o único aluno daquela escola que era abertamente LGBT, então, consequentemente, acabei ficando muito popular. Todo mundo sabia quem eu era e etc. Lembrando que eu era o único, então, não tinham outros Boys por quem eu pudesse ter... Um lance. Só garotas. Então eu pegava um monte de garotas. Até que comecei a namorar com uma garota que vamos chamar de "N". Eu e "N" namoramos por quatro meses e tava tudo certo. Mas dentro de mim, eu sabia que eu não tinha nada de Bissexual. Que talvez fosse só uma fachada pra eu me sentir "Menos Gay" (Se é que isso faz sentido) até que vi que eu estava certo. Então, um dia, tomei vergonha na cara e abracei minha completa homossexualidade. Eu e "N" íamos e voltávamos da escola de Perua Escolar, então estávamos juntos dentro e fora da escola. Assim que virou o ano, para 2010, e eu entrei no colegial, Tive que terminar com "N" obviamente, e explicar tudo pra ela, que eu era GAY, não BI, que não dava mais pra continuar nosso relacionamento. Ela aceitou NUMA BOA. Inclusive viramos bons amigos. O que ela não sabia, é que um dos motivos por eu ter terminado também foi porque eu estava me apaixonando por um garoto, que vamos chamar de "W". O "W" não era da mesma escola que a gente. Mas a nossa perua escolar, carregava dois grupos de alunos ao mesmo tempo, os da nossa escola, e alguns da outra (a dele, no caso). Então eu via "W" todo dia também, na ida e na volta. Mas o "W" não era gay ou bi, ou pelo menos não aparentava. Eu fui chegando na amizade... mas com segundas intenções. Até que um dia, minhas segundas intenções ficaram claras pra ele. E para minha surpresa, ele revelou que também tinha sentimentos por mim. Nos beijamos e tal, mas ele ficou muito apreensivo, e decidiu que não teríamos nenhum envolvimento. Fiquei chateado, mas fazer o que. Todo adolescente pode ter conflitos sobre sua sexualidade, então aceitei de boa e passei esse pano pra ele. Até que, no dia seguinte, ele diz que sonhou comigo, que não conseguia parar de pensar em mim e boom! Me pediu em namoro. Eu aceitei, é claro! Eu estava apaixonado e era tudo tão emocionante. Namoramos, e muito bem! Não tinha brigas, DR, ou crises de ciúmes. Brincávamos muito, fazíamos piada.. Era um namoro cheio de alegria, muita química e cumplicidade. Tínhamos os mesmos gostos... era tudo perfeito. Passaram-se alguns meses, e um dia... Ele me disse que queira terminar. Acontece que ele estava sofrendo preconceito na escola dele. Havia inclusive perdido algumas amizades quando o fato dele estar namorando com outro garoto (eu) veio à tona. Ele não conseguia suportar a pressão do preconceito. Disse inclusive que muitas pessoas na escola dele haviam parado de chamá-lo pelo nome, e o chamavam só de "Viado." Ele inclusive ficou com medo que alguém contasse tudo pra mãe dele e etc. Então, terminou comigo. Eu fiquei DEVASTADO. E pior é que eu não podia fazer nada. Não adiantou falar nem opinar, porque eu mesmo, nunca senti na pele esse tipo de preconceito. Na minha escola, todo mundo era super gentil comigo e nunca sofri nenhuma rejeição.
Alguns dias se passaram, eu só conseguia sofrer por amor. Até que, "N", lembram dela? A minha ex? Então, eles começaram a ficar muito próximos... E quando me dei conta, estavam namorando.
Algo que eu não desejaria ao meu pior inimigo, é ver DOIS EX SEU SE PEGANDO, SE BEIJANDO E SE LAMBENDO NA SUA FRENTE, DIA APÓS DIA, ainda mais apenas uma semana depois do nosso término. Estávamos todos enclausurados numa perua escolar na ida e na volta, não tinha pra onde escapar, era impossível não ver eles se agarrando. Que merda! Eu a deixei por ele, ele me deixou, e depois ficou com ela? PQP!

Mas logo eles terminaram. Eu vi minha chance, voltei a me aproximar de "W" mas ele disse que não tinha nenhuma chance de nós voltarmos. Ele ainda estava atordoado com o que ele passou na escola dele. Que agora todos estavam começando a tratar ele normalmente de novo. Eu e "N" inclusive chegamos a brigar por causa de "W", disputando o amor dele feito dois trouxas. Até que ela desistiu e eu fingi desistir, mesmo chorando quase todo dia.
O ano letivo estava acabando, eu e "W" estávamos próximos de novo, mas sem beijos, sem carícias, apenas amizade. Eu me declarei e disse o quanto o amava, ele só conseguia segurar o choro. As férias de fim de ano estavam vindo, essa era minha última chance este ano? Ele disse que queria estar comigo, mas que não estava preparado ainda. Mas que eu o havia marcado, e que ele nunca esqueceria de mim. E que usaria as férias pra pensar sobre mim e a nossa situação, que ele me daria uma resposta definitiva sobre o nosso possível futuro assim que as aulas voltassem, no ano seguinte. Sim, eu passaria as férias e a virada do ano me torturando com isso na cabeça, mas ok.

Então, a perua chegou até onde ele morava, era vez dele descer. E uma última vez, eu disse "EU TE AMO". E ele respondeu "EU TAMBÉM TE AMO" prestes a chorar, batendo a porta da perua. Aquilo foi tão dramático, tão romântico, eu me senti num filme.
Passaram as férias, finalmente chegou o primeiro dia de aula. Eu fui com uma animação tremenda, mesmo temendo a resposta que ele pudesse me dar. A perua foi passando de casa em casa, e só ia aumentando minha tensão. Até que quando passamos pela rua dele, a perua passou direto. Então perguntei pro motorista - "O W vai faltar no primeiro dia de aula?" E o motorista me respondeu "Então... Ele não vem mais. Mudou de escola, não vou mais buscar ele."

Aquilo me destruiu. Completamente. Não o vi mais depois disso, mas também nunca o esqueci. Acho que o primeiro coração partido é o que dói mais. Até que 10 anos depois, por pura ironia do destino, minha amiga "J" (que é lésbica, aliás) disse estar batendo um papo com um carinha do face que gostava muito de Star Wars, assim como ela. Quando vi quem era... Minha alma quase saiu do corpo, era ele! Eu peguei o número dele. Quando mandei um simples "Oi", ele respondeu JÁ SABENDO quem eu era, só pela foto. Não perguntou meu nome nem nada. Ele sabia. Me chamou pelo nome e tivemos uma conversa longa que durou umas 7 horas. Mas foi uma conversa puramente amigável. Ele está bem, eu estou bem (Estou Muito bem, aliás, agora entrei num novo relacionamento com um rapaz muito bom, gentil e resolvido.) Mas acho que essa conversa que tivemos foi a prova de que, o que aconteceu lá trás, nunca vai sair das nossas cabeças.
Acabou aqui? Não sei. Provavelmente sim. Mas essa foi uma página da minha vida que custou 10 anos pra fechar. Ele me deixou num "Gancho" há 10 anos atrás que atormentou todos os relacionamentos que tive desde então, sempre com medo de me afeiçoar. Mas talvez... Eu não sei.
A garota "N" está muito bem também, somos realmente bons amigos e até saímos as vezes pra tomar uma cerveja. Foi isso, muito absurdo mas romântico ao mesmo tempo. Daria um Livro Teen? Quem sabe eu escreva. "N" inclusive já até me deu permissão pra escrever um.
submitted by JhowneeBitch to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.25 10:10 julinhoeu14 Como meu amigo ajuda a ex lésbica a fazer a bateção de coxas em troca de nudes.

Bom dia lubisco ,papelões vivos e mortos, gatos, possível convidado, editores, turma que está a ver e todos os inscritos do luba.
Essa história aconteceu com meu amigo, vamos chama lo de Cléber
O Cléber estava muito desesperado por uma namorada, ele ficou mais ou menos um ano procurando uma, todas o rejeitavam e ele e até virou piada no nosso grupo de amigos. Então depois de uma semana conversando com uma garota ele finalmente a convenceu e começaram a namorar. A garota tinha perdido o pai quando bebe então não foi tão difícil de fazer a família gostar dele, eles faziam festinhas juntos quase todo o final de semana, e sempre ela trazia "amigas" pra a festa, uma vez até me levou e eu não percebi nada estranho. Ele pedia pra ficar pra dormir mas sempre ela dizia que o namoro tava cedo demais e que elas queriam uma "noite das meninas". As vezes ele dormia lá so que bem as vazes mesmo; eles faziam a festa mais ou menos assim: umas 8 ele chegava na casa dela e umas 9 chegava as amigas e umas 10 a mãe dela ia dormir pq ia trabalhar bem cedo,tipo umas 5 da manha, eu devo tá errado com os horários mas era era basicamente isso, aí eles começavam a festa, a casa era muito grande e a mãe dela não conseguia ouvir a música do quarto dela; o Cléber de sábado ia embora umas meia noite, e de domingo saia umas 11 pq ele tinha jogo de futebol cedo. Aí que chega a parte boa, em uma dessas festas ele ficou muito doido e tirou o cadarço da chuteira que ele tava usando, então no prossimo dia ele chegou na casa, tocou a campainha e ninguém atendeu, então ele foi na janela e as meninas estavam em três fazendo o sexu e além disso tavam usando objetos do chão pra colocar na perereca, INCLUINDO O CADARÇO. Resumindo o resto, a menina explicou que tava com ele pra a mãe não desconfiar já que ela era meio homofóbica, e hj eles continuam fazendo isso mas em troca ele recebe o exclusivo do que acontece nesse piscinão de ramos de lésbicas.
P.S.: teve um dia que eu fui lá que tinha 7 "amigas" dela.
submitted by julinhoeu14 to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.12 08:34 littleant9 A aposta

Olá Luba, possível convidado, papelões, gatas e turma que está a ler isto.
(A história é grande mas vale a pena... eu acho)
Está história ocorreu em meados de 2019 e nos primeiros meses de 2020.
Um pouco de contexto: Em 2019 eu havia entrado em uma nova turma, eu não conhecia ninguém na época por isso eu sempre ficava no final da sala. O primeiro dia foi muito divertido, as pessoas foram super simpáticas comigo já que eu sou MUITO tímida e não consigo puxar muito assunto, umas das meninas (Vou chama-lá de Ana) foi super incrível comigo, ela era extrovertida e engraçada (as vezes), conheci várias pessoas através dela que eu considero meus melhores amigos. Nas primeiras semanas eu já estava fazendo amizade com todo mundo da sala (do meu jeito tímido de sempre, mas tava indo), e foi desse jeito que eu fiz amizade com uma garota que era uma das mais inteligente das turmas (Vou chama-lá de Ester) eu realmente ficava horas e horas conversando com ela sendo pessoalmente ou por Whatsapp, ela é incrível e muito legal.
Em Julho desse mesmo ano a nossa escola estava recebendo muitos alunos novos e um deles foi parar na minha sala (Vou chama-ló de Kaio) o primeiro dia foi "incrível" já que todo mundo decidiu zoar o menino por nenhum motivo, mas depois de algumas semanas ele já estava fazendo amizade com o pessoal da sala. E foi assim que toda a merda começou.
Nesse mesmo período, nós estávamos fazendo um trabalho de História era basicamente um filme sobre a 2° Carls Mundial e cada grupo ficaria com um acontecimento sobre. O meu grupo está todo incompleto e era obrigatório ter mais de 5 pessoas e foi ai que eu pensei: "Hum... porque não chamar o Kaio para o nosso grupo vai ser incrível". Eu e a minha amiga Ester sempre ficávamos na biblioteca lendo alguma coisa ou conversando e nesse dia o Kaio estava lá assistindo algum anime aleatório, eu estava um pouco receosa em chegar nele e pergunta se ele gostaria de entrar no nosso grupo por causa da minha timidez e ele também parecia alguém muito fechado que não gostava muito de conversar. Mas Graças a Deus ele já estava em outro grupo e não poderia participar, mas tirando isso nós três (Kaio, Ester e eu) ficamos bastante tempo conversando sobre coisas aleatórias e animes, e foi assim que começando a ficar bem próximos. Depois daquele dia sempre ficávamos conversando sobre algo aleatório, eu me divertia bastante com eles, uma vez quase levamos advertência por chegar atrasados na sala pois a conversa tava tão engraçada que nem ouvimos o sinal tocar.
Meses se passaram e já éramos bem próximos, durante este período o Kaio disse para uma das minhas amigas que ele estava gostando da Ester e queria namorar com ela, não demorou muito para Ester descobrir, mas mesmo assim ela sempre me dizia que não queria nada com ele que era apenas amizade, mas adivinha ela sempre se encontrava com ele fora da escola ou no curso que eles faziam juntos e não demorou muito para que os dois começassem a namorar. (É uma coisa que até hoje eu não entendo). Minhas amigas ficaram com um pé a trás dizendo que isso não ia durar nem um mês direito que uma hora ou outra isso ia dá muito ruim para a Ester já que os pais dela são bem reservados e não queriam que ela começasse a namorar tão cedo assim.
Mesmo com esse namoro entre o Kaio e a Ester nós nunca deixamos de nós falar, muitas vezes ela me disse que prefiria passar um tempo comigo do que com o Kaio. Em um lindo dia eu chego em casa e começo a fazer minhas coisas quando do nada eu recebo uma ligação da Ana dizendo que o Kaio e outras amigas minhas fizeram uma aposta para descobrir se eu era lésbica já que eu passava muito tempo com a namorada dele (Sim foi exatamente isso que ele falou em um áudio para uma dessas amigas), eu fiquei em choque e muito puta com ele e com uma das minhas amigas (Eles apostaram até dinheiro nisso) acho que ninguém em hipótese alguma deveria fazer esse tipo de coisa com alguém e neste período eu estava me descobrindo (Só consegui me assumir esse ano assexual/arromantica, pra facilitar não gosto de homem e nem de mulher). Depois de alguns dias eu contei isso para a Ester já que ela estava preocupada por que eu tinha me afastado de todo mundo, ela ficou muito brava com o Kaio por causa disso e de outras coisas que ele estava fazendo com ela, ela me disse que queria terminar com ele o quanto antes (Mas eles só terminaram mesmo em Janeiro de 2020 e isso aconteceu em Outubro de 2019, e eles só terminaram por que ele disse que não gostava mais dela). Eu disse a ela que mesmo eles sendo namorando eu não queria ter nenhum tipo de vínculo com ele.
Depois de tudo isso minhas amigas pediram desculpas para mim, mas o real motivo é que eu não fiquei nem um pouco brava por acharem que eu vou lésbica ou bi, mas por terem apostado dinheiro em cima disso.
E nesse ano aconteceu de novo mas dessa vez foi a última pessoa que eu esperava isso, nós passamos de ano e agora estamos no ensino médio e a Ana decidiu espalhar pra todo mundo da sala dela sobre esse boato que eu era lésbica. E sim pessoal minha mãe conversou com a mãe dela e foi a maior surra que a Ana já levou na vida dela, ela ligou pra todo mundo chorando e pedindo desculpas sobre algumas coisas que ela já falou (Ela é aquele tipo de pessoa que gosta de força casalzinho esse tipo de coisa até virar um negócio insuportável, ninguém da nossa antiga turma gostava dela). Dias depois ela me pediu desculpas pessoalmente, mas eu nunca mais falei com ela depois daquele dia.
Ps: E eu infelizmente fiquei na mesma sala que o Kaio este ano e ele nem olha na minha cara e ele sempre diz para os outros que eu destruí o namoro dele com a Ester e blá blá blá e nem a decência de pedir desculpas para mim ele teve. Mas tirando tudo isso conheci várias pessoas legais e com certeza eu vou levar elas pra vida inteira.
Fico triste em saber que amizades que eu considerava importante acabaram me magoando bastante... mas enfim é isso um beijo <3.
submitted by littleant9 to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.11 20:37 darwinson-chan O dia que minha namorada me expulsou do armario

Olá lubixco, editores, papelões (ou restos deles...), possível convidado (q n deve existir pela quarentena), turma que está a ver ou ler e pspsps gatas (já que não olham mais pro luba, dêem atenção pra mim).
A história não é bem engraçada, mas talvez possa ajudar alguém ou até fazer algumas risadas... Espero que gostem!
"O dia que minha namorada me expulsou do armario sem querer"
Então para esclarecer, eu me descobri bissexual no 9 ano e comecei a namorar uma garota no médio. Nunca fui de pegar ninguém então acabou que ela foi minha primeira namorada e a unica pessoa que eu tinha beijado.
Eu e essa menina, que na época se chamava Isabele e é assim que a chamaremos aqui, tínhamos um relacionamento legal, assistiamos anime e, as vezes, íamos no shopping com algumas amigas (o que era mais uma desculpa que qualquer outra coisa, mas tudo bem). Mesmo assim ela ainda fazia algumas piadas sobre minha sexualidade, meio bifóbicas, tipo "bem que você podia ser 100% sapatao" ou "não precisa fingir ser meio hétero", enfim...
Quando tínhamos uns 2 meses de namoro, saimos em um rolê com umas amigas pro cinema. Estávamos sentadas na frente do Starbucks (ela com alguma bebida de lá e eu com a casquinha do Mc pq eu sou pão duro) enquanto as outras "compravam o ingresso" (provavelmente n queriam segurar vela ou estavam atras de algum boy).
Entao Isabele disse que tinha que conversar comigo. Ela tava meio estranha nas últimas semanas e eu já tremi na base, achando que tinha feito algo errado, que ela ia terminar comigo ou algo assim. Isso começou a me deixar meio nervosa (e eu tava meio instavel pela TPM).
Entao a Isabele falou algo tipo: "Eu nunca me senti bem comigo mesma sabe... nao me identifico muito com o meu genero..." então ela falou que estava questionando o próprio gênero (há algumas semanas ela confirmou isso). Eu falei que tudo bem, que ia gostar de qualquer jeito, que amaria elu independente do genero. Isabele disse que estava pensando também em mudar o nome e eu apoiei e taus (mas continuarei chamando elu por Isabele por pedido próprio para não expor).
Elu veio por trás para me dar um abraço, o que eu achei estranho pq como eu ainda não tinha "saido do armário" pra mt gente nao costumavamos ter essas demonstrações publicas e muitas pessoas achavam que éramos amigas. Dada a situação não me importei, NÃO É COMO SE ALGUÉM FOSSE ME RECONHECER. Então elu disse no meu ouvido...
Eu respondi que eu era bi, mas podia amar elu mesmo assim. Além disso, na minha cabeça, se eu fosse lésbica não poderia gostar delu, já que se identificaria com outro genero.
(Algumas pessoas consideram que bissexuais podem gostar apenas de dois gêneros e eu nao tinha certeza na epoca. Hoje já tenho mais certeza pois vi um vídeo de uma tiktoker que me representou( https://vm.tiktok.com/T6aeL). isso meio que me pressionava e me dava umas crises de identidade fodas. Mas tudo bem. )
Depois de uma breve discussão, que eu não lembro o q tínhamos falado, Isabele perguntou de novo, meio pra baixo meio irritade e falou que eu não podia ser bi se eu ainda gostasse delu. Eu, como a pessoa calma que sou, acabei gritando "não posso o car...valho!" E concluí "Pensei que te amar fosse o suficiente" e atraí um pouco de atenção, havia alguns grupos adolescentes próximos olhando (guarde essa informação, ela é bem importante).
Acho que elu ficou magoade com aquilo e eu me senti muito mal, mas qual o problema em eu ser bi? Além disso elu sempre soube que eu tenho muitos problemas quanto a isso e mesmo assim ao inves de ajudar com minhas crises fazia piada. Mesmo que não soubesse a real intenção, se Isabele estaria fazendo as piadas pra me acalmar ou talvez me fazer admitir ser lésbica. Enfim não sei
Anyway, eu não devia ter gritado, elu ficou brave e explodiu tb, dizendo que eu tinha preconceito com pansexuais por não me admitir ser. E do nada o assunto mudou "Aliás por que você não sai da porr* do armário, em cara***?! Não tem orgulho de sermos um casal? ".
Isabele queria muito que eu falasse pros meus pais, já tinha dito que se sentia mal em esconder isso. Os pais delu são de boa então ela contou pra elus e pediu pra manter segredo, mas eu não contei nem pra todos meus amigos. Elu queria muito se apresentar como meu namorade, mas eu sempre disse pra elu esperar e elu ficava chateadu.
Bem, até agora, Quem é o babaca? (Deixa nos coment com um * pra eu saber que está se referindo a esse momento)
Continuando: eu, que já sou chorona, naquele dia estava bem pior. Como eu sempre faço, sai correndo pro banheiro, bem clichê mas é.
Uns minutos depois a minha amiga, que vamos chamar de Ana, foi atrás de mim, me ligou. Eu tava trancada numa das cabines do banheiro, só atendi e falei que tava no banheiro e ela me achou por causa do tênis que eu tava usando, que tinha uma faixa de arco íris na sola (alias como ela viu o meu tênis sendo que eu tava na última cabine, nao sei. só espero que não seja do jeito que eu imagino).
Ela me acalmou e taus, naquele momento o que eu mais sentia não era ódio delu e sim de mim mesma, eu não tinha o porque de ter gritado, descontei nela os problemas das minhas próprias crises.
Enfim, o resto do role meio q miou né? Eu fui pra casa da Ana pq se meus pais me vissem com aquela cara iam perguntar. Eu tava digitando um textinho de desculpas quando ela me parou e mandou eu olhar o twitter no perfil de Isabele. Eu olhei e já notei de cara uma indireta: "Acho que fingir 'ser alguem que você nao é' é péssimo. Mas pior é mentir para os outros e continuar mentindo." Quem manda indireta no twitter? eu não uso muito, então não sei se é normal mas subiu o ódio de novo.
O dia não podia piorar né? Mas o problema é que a situação nao acabou aí.
Lembra que eu disse que tinham muitos adolescente lá? Então, acontece que esse shopping é perto do colégio onde eu estudo então geral vai la e entre eles estava uma aluna do colégio, vamos chama-la de Carls.
A Carls era da minha série e, como adolescente nao sabe cuidar da própria vida, não só contou pra umas amigas, como também filmou uma parte e postou no snap. Hoje me abomino por ter pintado metade do meu cabelo de vermelho pq provavelmente ela me reconheceu por isso. Sabe aquela garota que gosta de espalhar fofoca por aí e age como se não tivesse feito nada de errado? bem era a Calrs.
E como adolescente também adora uma fofoca ou jogar lenha na fogueira, de repente virou um rumor. Alguém tirou print e o negócio meio que espalhou. Lembro que naquele dia chegaram a colocar no stories do insta do colégio (o insta que é meio que um blog dos alunos do médio) uma enquete se nos shippavam ou não.
O twitter de Isabele era privado, o que talvez diminuiu o alcance, mas não o suficiente pra elu perceber o que estava acontecendo. O post foi suficiente pra confirmar que eramos nós brigando e tiraram print do post dela, então adiantou nada a conta ser privada. As pessoas das nossas séries perguntavam pra mim se era verdade, tratavam como se fosse um plot de uma série americana.
Enfim talvez esteja parecendo maior do que realmente foi mas, para dar uma ideia mais realista, boa parte do segundo do médio comentou sobre isso em algum momento (pq, por Isabele ser "diferente" e abertamente, as pessoas conheciam elu, a maioria inclusive apoiava) e alguns grupinhos de colegas que pelo menos me conheciam falaram comigo. Essa situação, por conta de alguns comentários no twitter (não muito gentis), chegou na coordenação, a orientadora foi legal, chamou a gente no fim da aula e disse que se houvesse qualquer preconceito podia falar com ela e taus. Isso tudo em uns 3 dias. A gente conversou com calma, eu ainda amava elu, mas não tinha muita certeza se deviamos voltar.
A situação chegou nos meus pais. Eu tive que explicar tudo pra eles. Não foi tão ruim, mas eu queria ter uma outra oportunidade ou sla. Fiquei de castigo por causa dos roles e por não contar, sem celular por uma semana.
Eu e elu tinhamos evitado nos falar na escola pra diminuir os boatos. Depois disso ainda não tínhamos nos perdoado totalmente, apenas evitamos. Eu fiquei com outras garotas e entao começou a quarentena (fazia pouco menos de meio ano desde todo esse role) e com isso as paranoias: Eu nunca cheguei a ficar com nenhum garoto, muito menos a namorar. Nao sei se sou pan, bi ou lésbica, até pq eu me meti numa situação em que meu companheiro se descobriu agenero no meio do relacionamento. Talvez eu seja lésbica e causei esse furdúncio pra nada?? Acho que essa situação colocou ainda mais pressão infelizmente e, sei lá, as coisas são confusas as vezes.
Semana passada Isabele me chamou no whats, conversamos e nos perdoamos devidamente e ainda sinto um sentimento por elu. Ai meu Deeeeus eu vou morrer sozinhaaa.
Enfim, espero que tenham gostado (foi mal pelo textao). Todos os que estão passando por essas crises de sexualidade, genero ou whatever, durante a quarentena, fiquem fortes, posso não ser a melhor pra dar apoio, mas tudo vai ficar bem. Desculpa pela historia longa
Beijos, =30
submitted by darwinson-chan to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.01 05:11 Oshi_neah Fui babaca por tentar dar uma lição de moral no meu ex? (MINHA PRIMEIRA VEZ AQUI, UHUUUL)

Olá Lubinha, esforçados editores, Espírito Santo já que o possível convidado nunca está conosco, lindas gatas, finados papelotes e turma que está a ler.
Essa história tem quase 1 ano e basicamente ela é sobre o término do meu webnamoro. Se preparem, talvez vai ser longa. Pode me chamar de Carls, Luba. Eu ficaria feliz kkkjj (manda um beijo pro Espírito Santo-ES se ler essa história por favor menorquetreix ❤
Bah ahã, eu namorei um boy virtualmente por 1a e 10 meses (vou chamar ele de Zarls pra ficar legalzinho) e terminei por que o namoro já tinha ficado cansativo, eu não estava mais gostando dele e ele não parecia estar mais interessado em mim, tivemos muitas brigas durante o relacionamento principalmente por causa de ciúmes de ambas as partes (namorar a distância é muito pior em relação a ciúmes, e eu achava um saco ter que lidar com isso) e ele estava há um tempo falando bastante de uma outra garota que ele tinha conhecido na escola e eu desconfiava que ele estava me traindo com ela (PS: fiquei sabendo que o Zarls ficou com essa garota assim que eu terminei com ele, pois é) ele dava muitas desculpas pra não ficar mais comigo, não gostava de jogar comigo e nem dava sugestões de novas coisas que pudéssemos fazer juntos, mesmo distantes, não se esforçava pra gostar de nenhuma das coisas que eu gostava apesar de eu começar a gostar de muitas coisas por causa dele e pra ter assunto pra falar com ele, além de que em tudo o que a gente discutia, ele sempre tentava se sair por cima querendo ser melhor doq eu em tudo e isso me deixa extremamente irritada.
Bom, depois do nosso término nós acabamos não rompendo 100% do nosso contato pq nós estávamos no mesmo grupo de amigos do Facebook e eu não queria me desfazer de todos eles por causa de um namoro rompido, e sempre que eu ia dizer alguma coisa ele tentava me mandar uma indireta dizendo algo relacionado a mim que ele não gostava quando estávamos juntos, quando eu desabafava por estar triste ele se metia dizendo coisas como o típico Nice People "Ain, está com depressão? Apenas fique feliz! Apenas supere!" (tive depressão antes de estar com Zarls e depois ainda tive depressão por bastante tempo e ele sabia disso e me ajudou bastante algumas vezes, isso ainda vai ser relevante), fiquei muito nervosa com essas coisas e dei uns cortes nele até que ele me bloqueou e saiu do tal grupo que tínhamos com esses amigos, nesse meio tempo eu acabei reclamando muito dele com esses amigos, disse que ele tinha sido hipócrita comigo e que eu não aguentava mais lembrar dele, até que cheguei em um pico de raiva e disse que na verdade, preferia que ele estivesse morto (sei que fui muito cruel dizendo isso, mas não acabou por aqui) Algum tempo depois, uma página de LoL (nos jogavamos muito LoL juntos) anunciou que criaria vários grupos separados no Whatsapp para os fãs da pagina (se não me engano eram 5 grupos) e eu fiquei super animada em participar pq gosto de conversar com pessoas diferentes sobre coisas que eu gosto muito. Lembrando que tinham 5 grupos nessa página, e existiam mais 4 opções além da minha pra ele entrar e ficar lá com diferentes tipos de pessoas, mas adivinha em qual grupo ele entrou?
Exatamente
NO MESMO QUE EU!!
Eu reconheci ele pelo número de telefone dele (detalhe: dois anos de namoro e ele não tinha decorado meu número KKKKKKKKKKKK)
Ele não sabia que eu tava no mesmo grupo que ele, pq como eu disse ele não tinha gravado o meu número no celular dele, porém assim que eu percebi que ele estava no mesmo grupo que eu, eu quis sair de lá, porém eu percebi que no meio das mensagens que ele mandou, ele estava reclamando de uma ex, e até aquele momento a única ex que eu sabia que ele tinha era eu, e quando fui ler ele realmente estava reclamando de mim, e além de estar reclamando ele estava MENTINDO SOBRE MIM E ME FAZENDO PARECER A EX LOUCA E SURTADA QUE ABUSOU DO INCRÍVEL PSICOLÓGICO DE MERDA DELE. Eu fiquei enojada e não acreditei que ele tava falando coisas tão ruins do nosso relacionamento, eu me desdobrei tempo inumeras vezes pra tentar fazer ele feliz e se sentir melhor mesmo que meu emocional estivesse pior ainda, já que na época eu tive depressão e até mesmo me automultilava pra tentar resistir a dor que eu sentia) No meio das conversas ele disse que eu era IDIOTA E TROUXA por ter comprado 2 skins no LoL de presente pra ele, o que custou uns 60 reais do meu bolso e ficou se exibindo por ter ganhado de mim skins bonitas e de patente alta no jogo (ele nunca me deu um único presente em dinheiro, nunca comprou nada pra mim e eu nunca cobrei isso dele pq dizia que o importante não eram presentes caros e sim oq ele sentia por mim, oq pelo que eu vi era um sentimento falso). Nesse momento, eu fingi que não era a ex dele e que só era uma pessoa ali no meio e entrei no meio da conversa, tentando ao máximo não atacar ele pq eu já tava PUTA de raiva, mas sabia que atacar e xingar ele não resolveria nada, então só disse que não achava saudável as pessoas atacarem outras e chamarem elas daquela forma, principalmente se essa pessoa era uma ex e tinha feito parte da vida dele, que ele deveria ter um pouco de respeito pelo que a pessoa tinha representado pra ele. Pois bem, o Zarls TIROU ONDA doq eu disse e afirmou que a ex dele era só uma louca que sentia ciúmes sem motivo dele com a amiga lésbica dele (eu realmente senti ciúmes dele com a melhor amiga dele, apesar de ela ser lésbica, mas não era pq eu achava que ele ia me trair com ela, e sim pq quando ele estava com ela, ele não me dava atenção NENHUMA, NEM UM PINGO, ZERO, UM VÁCUO DE ATENÇÃO, e isso não aconteceu uma ou duas vezes, acontecia direto, eu reclamava com ele, ele dizia que ia mudar mas nunca mudava) aí eu tinha ficado nervosa, perguntei se "a ex" dele tinha algum problema psicológico pra sentir ciúmes compulsivos dele (pq foi oq ele disse que eu sentia, aiai) aí ele só disse que ela só tinha depressão (pelo menos uma verdade), e eu falei me vitimizando um pouco, isso eu confesso, que talvez ele não tinha tratado ela como deveria, já que ela tinha depressão os sentimentos dela nunca seriam 100% normais pq existia muita insegurança e coisas do tipo, e disse que se ele tivesse oportunidade de conversar com "ela", seria bom que ele pedisse desculpas pra ela, pq se "eles" tinham terminado, claramente a culpa não era só dela, e sim dele também (não tiro de mim a culpa pelo meu relacionamento ter dado errado, sei que cometi erros também, mas eu sempre me esforçava pra mudar eles, coisa que eu nunca vi ele fazendo) e mandei ele ter mais respeito pelas pessoas e parar de falar mal de ex'es dele na internet no meio de um monte de desconhecidos que provavelmente nem conheciam ela, pq isso era falta de respeito e que o relacionamento era uma coisa que ele tinha que resolver pessoalmente com ela, e não ficar explanando a vida dela pra gente desconhecida. Pois bem, uns 10 minutos depois disso aparece mensagem dele no meu Whatsapp, mensagem privada mesmo, dele me mandando parar de fazer drama no grupo, sendo que era ele quem estava lá me apresentando como uma louca e ele como o santo que não fez nada de errado, mentiroso do krl. Perguntei como que ele tinha conseguido meu número e ele disse que tinha pegado o número sabe com quem? Com aquela melhor amiga lésbica dele (vou chamar de Karen, que se dizia minha amiga também e eu tinha desabafado com ela dias antes disso e ela parecia me apoiar e não a ele que tinha literalmente ME TRAÍDO), nessa hora fiquei puta com os dois, com ele por ter mentido muito sobre mim e com ela por ter dado o meu número pessoal pra uma pessoa que eu claramente não queria que tivesse o meu número sem nem me perguntar antes. Quando ele me reconheceu e mandou mensagem no privado, eu disse pra ele pra parar de ser infantil, que essa atitude dele não se fazia ainda mais com uma pessoa que tinha perdido 2 anos da vida dela por causa dele e que ele sabia muito bem que tinha depressão e que poderia muito bem se matar depois de um absurdo desses que ele tinha feito simplesmente pra parecer o "bonzão", falei que fui muito trouxa de ter acreditado que um dia ele gostou de mim, falei que ele era um fingido desgraçado e que não merecia nem um único segundo que eu gastei com ele e nem um único centavo que eu tinha gastado com presentes pra ele, falei que esperava algo mais decente vindo dele e que depois de não ter nem tido a iniciativa de me pedir em namoro por si próprio (ele me pediu em namoro pq uma amiga aconselhou ele a fazer isso), esperava que pelo menos no término ele agisse como homem e não como uma criança que só queria atenção. Falei que ele não merecia a mulher que eu tinha sido pra ele, e que como ele era um mentiroso crianção de MERDA e não respeitava nada doq eu fui pra ele, na verdade ele não merecia mulher nenhuma. Bloqueei ele depois de ele pedir desculpas da forma mais genérica possível e disse que antes de fuder o psicológico de outra garota, ele precisava primeiro crescer e tentar ser uma pessoa melhor. Fui conversar com essa amiga dele que deu meu número pra ele e ela confirmou que fez, mas ficou se fazendo de vítima e depois me bloqueou também, acho que tinha me livrado de uma boa, pq se ela tinha me metido a facada nas costas uma vez, ela poderia fazer de novo futuramente. Não acho que ela tenha se arrependido, mas enfim, foi isso que aconteceu. Depois de um tempo me arrependi um pouco de ter fingido ser outra pessoa pra fazer essas coisas com ele, mas não sei julgar se foi injusto, por isso deixo o julgamento com vocês. Eu fui babaca ou não fui?
PS: Na época eu tirei prints das conversas no Whatsapp, mas eu troquei de celular e não consegui salvar as fotos, e tbm não achei elas no meu Google Fotos pra confirmar, mas vou continuar procurando. Se eu achar tento colocar aqui no post ok? Beijos lindos menorquetreiss
submitted by Oshi_neah to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.15 20:18 leo_nader EU NÃO SOU O LUBA, MAS TENHO UMA EX-LÉSBICA

(TERCEIRA VEZ QUE TENTO MANDAR ESSA HISTÓRIA, SE O ADM PERMITIR VOU TENTAR ATÉ CHEGAR NELE)
Olá Luba, Misty e Galadriel (Só os gatos merecem oi). Eu sou Carioca, se você quiser pode tacar um sotaque arraxxxxxxtado. Vamos a história... Eu tenho um grupo de amigos que se encontrava num parque aqui do Rio de Janeiro e os encontros desses grupo eram praticamente: futebol, conversa, bebida e pegação. Eu tinha uns 16 anos (Atualmente eu tenho 20) e nunca tinha namorado na vida. Até que uma mina desse grupo ai começou a "zuar" que eu era o namorado dela e pa... Eu ficava desafiando e a mina acabou botando no face... Repercutiu muito com a galera do grupo e a gente acabou começando a namorar mesmo. Ela morava em outra cidade e era mais nova que eu (eu acho que tinha uns 15 anos na época). Então ela não tava podendo ir no parque lá pros encontros, nem se encontrar comigo em algum lugar, então a gente praticamente webnamorou por 1 mês... Ela era super legal comigo, e eu meio que fui passivo nesse namoro, porque tudo que ela falava eu fazia, e eu até comecei uma dieta porque ela queria emagrecer junto comigo, eu era muito submisso e queria fazer de tudo para deixar ela feliz. Até que surgiu a oportunidade da gente se ver finalmente, eu iria na casa dela onde teria a festa de aniversário dela, ela me chamou e chamou minha mãe também, porque elas desenvolveram uma amizade meio que no nível nora e sogra mesmo... Até chegar o dia do aniversário dela, eu fui em vários encontros com aquele grupo do parque lá, e eles já começavam a me zuar com coisas tipo: "cade tua namorada?' ou "como você começa a namorar sem beijar?", essas pilhas que jogavam em mim... Mas eu não ligava e continuava me guardando, mesmo tendo oportunidades de ficar com outras meninas, esse é meu jeito, fielzão mesmo... Até que finalmente chegou o dia de eu ir na casa dela finalmente ter contato com ela e pa, eu peguei um ônibus e uma van para ir pra la... Passou umas horas e eu cheguei lá na cidade dela. Lembra que eu falei que eu era passivo no relacionamento? Eu sempre fui muito tímido quando a questão é beijar, abraçar e essas coisas... E quando eu cheguei la não foi diferente, eu dei um daqueles colares de casal, no meu caso eram dois colares que formavam uma pokebola. Mas na festa ela conversava comigo como se fosse amigo dela, e ficava dando mais atenção pras amigas dela do que pra mim, os parentes dela sabiam que nós estávamos namorando e tal, então ficavam tirando fotos da gente achando fofo e tals... Até que uma tia la pediu pra gente dar um selinho pra fazer foto, e ela negou na hora arregalando os olhos, eu achei estranho, mas preferi não comentar nada porque era aniversário dela. Dai então ela voltou a falar com as amigas dela la sentada no colo de uma das amigas... Até minha mãe já tava achando muito estranho (mães tem radar para bosta) e a gente foi embora, eu decidi terminar com ela assim que cheguei em casa. Ela aceitou o término na hora, mas ela me pediu algo que fez minha dúvida virar certeza: "Eu posso pelo menos fingir que to namorando com você, pros meus pais?" Ela queria que eu ficasse fingindo ser namorado dela para ela usar de desculpa pros pais dela. Eu obviamente falei que não e dai a gente nunca mais se falou. Pouco tempo se passou e ela se assumiu lésbica e começou a namorar com a amiga que ela ficou no colo na festa. Meus amigos até hoje lembram disso e ficam me zuando com esse acontecimento. Na época eu era conhecido como o cara que namora sem beijar, e tudo que eu falava retrucavam com "pelo menos eu beijo antes de namorar". É isso Lubinha, eu também vou morrer sozinho... Sou seu fã desde o vídeo do Flappy Bird anos atrás, espero que leia um beijo se você quiser <3
submitted by leo_nader to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.08 07:03 leo_nader EU NÃO SOU O LUBA, MAS TENHO UMA EX LÉSBICA

(SEGUNDA VEZ QUE TENTO MANDAR ESSA HISTÓRIA, SE O ADM PERMITIR VOU TENTAR ATÉ CHEGAR NELE)
Olá Luba, Misty e Galadriel (Só os gatos merecem oi). Eu sou Carioca, se você quiser pode tacar um sotaque arraxxxxxxtado. Vamos a história... Eu tenho um grupo de amigos que se encontrava num parque aqui do Rio de Janeiro e os encontros desses grupo eram praticamente: futebol, conversa, bebida e pegação. Eu tinha uns 16 anos (Atualmente eu tenho 20) e nunca tinha namorado na vida. Até que uma mina desse grupo ai começou a "zuar" que eu era o namorado dela e pa... Eu ficava desafiando e a mina acabou botando no face... Repercutiu muito com a galera do grupo e a gente acabou começando a namorar mesmo. Ela morava em outra cidade e era mais nova que eu (eu acho que tinha uns 15 anos na época). Então ela não tava podendo ir no parque lá pros encontros, nem se encontrar comigo em algum lugar, então a gente praticamente webnamorou por 1 mês... Ela era super legal comigo, e eu meio que fui passivo nesse namoro, porque tudo que ela falava eu fazia, e eu até comecei uma dieta porque ela queria emagrecer junto comigo, eu era muito submisso e queria fazer de tudo para deixar ela feliz. Até que surgiu a oportunidade da gente se ver finalmente, eu iria na casa dela onde teria a festa de aniversário dela, ela me chamou e chamou minha mãe também, porque elas desenvolveram uma amizade meio que no nível nora e sogra mesmo... Até chegar o dia do aniversário dela, eu fui em vários encontros com aquele grupo do parque lá, e eles já começavam a me zuar com coisas tipo: "cade tua namorada?' ou "como você começa a namorar sem beijar?", essas pilhas que jogavam em mim... Mas eu não ligava e continuava me guardando, mesmo tendo oportunidades de ficar com outras meninas, esse é meu jeito, fielzão mesmo... Até que finalmente chegou o dia de eu ir na casa dela finalmente ter contato com ela e pa, eu peguei um ônibus e uma van para ir pra la... Passou umas horas e eu cheguei lá na cidade dela. Lembra que eu falei que eu era passivo no relacionamento? Eu sempre fui muito tímido quando a questão é beijar, abraçar e essas coisas... E quando eu cheguei la não foi diferente, eu dei um daqueles colares de casal, no meu caso eram dois colares que formavam uma pokebola. Mas na festa ela conversava comigo como se fosse amigo dela, e ficava dando mais atenção pras amigas dela do que pra mim, os parentes dela sabiam que nós estávamos namorando e tal, então ficavam tirando fotos da gente achando fofo e tals... Até que uma tia la pediu pra gente dar um selinho pra fazer foto, e ela negou na hora arregalando os olhos, eu achei estranho, mas preferi não comentar nada porque era aniversário dela. Dai então ela voltou a falar com as amigas dela la sentada no colo de uma das amigas... Até minha mãe já tava achando muito estranho (mães tem radar para bosta) e a gente foi embora, eu decidi terminar com ela assim que cheguei em casa. Ela aceitou o término na hora, mas ela me pediu algo que fez minha dúvida virar certeza: "Eu posso pelo menos fingir que to namorando com você, pros meus pais?" Ela queria que eu ficasse fingindo ser namorado dela para ela usar de desculpa pros pais dela. Eu obviamente falei que não e dai a gente nunca mais se falou. Pouco tempo se passou e ela se assumiu lésbica e começou a namorar com a amiga que ela ficou no colo na festa. Meus amigos até hoje lembram disso e ficam me zuando com esse acontecimento. Na época eu era conhecido como o cara que namora sem beijar, e tudo que eu falava retrucavam com "pelo menos eu beijo antes de namorar". É isso Lubinha, eu também vou morrer sozinho... Sou seu fã desde o vídeo do Flappy Bird anos atrás, espero que leia um beijo se você quiser <3
submitted by leo_nader to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.06 21:08 NHAAAAAAAAA_A Meu ex me ligou pedindo desculpa e eu descobri a pior “traição” da minha vida

Olá turma que está a ler, luba, papelões, e seres imagináveis que estão a assistir :) Antes qualquer coisa sou portuguesa então perdoai tdo o ouro roubado e a caligrafia. E não luba, sotaque português aqui nao pfv.
Então a minha história começa com um ex que já nao era ex (podem me chamar de trouxa porque voltei com ele :)) no dia em que fizemos alguns meses de namoro (n lembro quantos) ele disse que precisava de me contar uma coisa. Ele ligou me, eu atendi, e ele começou a falar. Ex-“Eu preciso de contar uma coisa” Eu-“Pode falar” Ex”Lembra daquele dia que eu fui ah praia com o Carls, o Tarls, a Marls e a Carls (com k)?”
Um pequeno parênteses nos nao namorávamos na altura tinhamos dado um tempo e eu avisei lhe que era melhor ele não ir, mas continuando.
Eu-“ lembro perfeitamente, avisei te para não ires” Ex-“Então nos estavamos a jogar uno e eu tava sem camisola e a Marls atirou uma carta para a minha barriga apanhando a com a boca”
Não vou mentir, doeu um pouco, chorei muito mas como não estavamos juntos n podia descontar nele
Mas fui descontar nela
Mandei lhe um testamento enorme a dizer que foi so eu acabar com ele que ela ja se fez de p*ta. (Detalhe: ela dizia ser lésbica e depois descobrir que não era) Tentei procurar prints mas infelizmente apaguei a conversa (e claro que teve um block depois disso)
Mas o que a Marls me disse chocou me e magou me d+
Ela mandou me vários prints com a seguinte frase.
“O teu namorado não é nenhum anjo”
Como em todo o relacionamento existe a intimidade e como em qualquer término o respeito
Mas o respeito faltou lhe nessa altura
Ele insultava o meu corpo, dizendo que nao tinha nda q lhe deixa-se “excitado”, que o 🐥 era mt grande e nao coube no buraco,que eu jogava basquete mal e entre outras coisas falando dos nossos momentos mais íntimos. A Marls ainda se ofereceu para jogar um basquete com ele para ele “aprovar” se foi melhor ou não.
Ele chorou muito, mas não mais que eu afinal. Não foi so a uma pessoa que ele disse. Foi a um grupo. Ele contou tudo de nós e do meu corpo (mais me rebaixando que outra coisa) Veio se desculpando e chorando.
Mas quem chorou mais nessa noite fui eu.
Ele não me traiu fisicamente isso eu sei, mas não foi so essa história que aconteceu. Uma delas foi ele dizer que me ama e estar a falar com outra nas costas e acabando cmg para ficar com ela. Podem não considerar traição. Mas ele traiu a minha confiança demais
Essa eh a minha história lubisco, bjs de portugal
submitted by NHAAAAAAAAA_A to TurmaFeira [link] [comments]


2020.05.28 03:21 leo_nader Eu não sou o Luba, mas tenho uma Ex Lésbica

Olá Luba, Misty e Galadriel (Só os gatos merecem oi). Eu sou Carioca, se você quiser pode tacar um sotaque arraxxxxxxtado. Vamos a história... Eu tenho um grupo de amigos que se encontrava num parque aqui do Rio de Janeiro e os encontros desses grupo eram praticamente: futebol, conversa, bebida e pegação. Eu tinha uns 16 anos (Atualmente eu tenho 20) e nunca tinha namorado na vida. Até que uma mina desse grupo ai começou a "zuar" que eu era o namorado dela e pa... Eu ficava desafiando e a mina acabou botando no face... Repercutiu muito com a galera do grupo e a gente acabou começando a namorar mesmo. Ela morava em outra cidade e era mais nova que eu (eu acho que tinha uns 15 anos na época). Então ela não tava podendo ir no parque lá pros encontros, nem se encontrar comigo em algum lugar, então a gente praticamente webnamorou por 1 mês... Ela era super legal comigo, e eu meio que fui passivo nesse namoro, porque tudo que ela falava eu fazia, e eu até comecei uma dieta porque ela queria emagrecer junto comigo, eu era muito submisso e queria fazer de tudo para deixar ela feliz. Até que surgiu a oportunidade da gente se ver finalmente, eu iria na casa dela onde teria a festa de aniversário dela, ela me chamou e chamou minha mãe também, porque elas desenvolveram uma amizade meio que no nível nora e sogra mesmo... Até chegar o dia do aniversário dela, eu fui em vários encontros com aquele grupo do parque lá, e eles já começavam a me zuar com coisas tipo: "cade tua namorada?' ou "como você começa a namorar sem beijar?", essas pilhas que jogavam em mim... Mas eu não ligava e continuava me guardando, mesmo tendo oportunidades de ficar com outras meninas, esse é meu jeito, fielzão mesmo... Até que finalmente chegou o dia de eu ir na casa dela finalmente ter contato com ela e pa, eu peguei um ônibus e uma van para ir pra la... Passou umas horas e eu cheguei lá na cidade dela. Lembra que eu falei que eu era passivo no relacionamento? Eu sempre fui muito tímido quando a questão é beijar, abraçar e essas coisas... E quando eu cheguei la não foi diferente, eu dei um daqueles colares de casal, no meu caso eram dois colares que formavam uma pokebola. Mas na festa ela conversava comigo como se fosse amigo dela, e ficava dando mais atenção pras amigas dela do que pra mim, os parentes dela sabiam que nós estávamos namorando e tal, então ficavam tirando fotos da gente achando fofo e tals... Até que uma tia la pediu pra gente dar um selinho pra fazer foto, e ela negou na hora arregalando os olhos, eu achei estranho, mas preferi não comentar nada porque era aniversário dela. Dai então ela voltou a falar com as amigas dela la sentada no colo de uma das amigas... Até minha mãe já tava achando muito estranho (mães tem radar para bosta) e a gente foi embora, eu decidi terminar com ela assim que cheguei em casa. Ela aceitou o término na hora, mas ela me pediu algo que fez minha dúvida virar certeza: "Eu posso pelo menos fingir que to namorando com você, pros meus pais?" Ela queria que eu ficasse fingindo ser namorado dela para ela usar de desculpa pros pais dela. Eu obviamente falei que não e dai a gente nunca mais se falou. Pouco tempo se passou e ela se assumiu lésbica e começou a namorar com a amiga que ela ficou no colo na festa. Meus amigos até hoje lembram disso e ficam me zuando com esse acontecimento. Na época eu era conhecido como o cara que namora sem beijar, e tudo que eu falava retrucavam com "pelo menos eu beijo antes de namorar". É isso Lubinha, eu também vou morrer sozinho... Sou seu fã desde o vídeo do Flappy Bird anos atrás, espero que leia um beijo se você quiser <3
submitted by leo_nader to TurmaFeira [link] [comments]


2020.05.27 16:05 usernamenaoseihaja1 O WEB NAMORO PARTE 2

Então passou dois messes +/- e ela começou a mudar muito Sempre que eu mandava mensagem ela demorava muito pra responder e quando respondia ela não demonstrava interesse e então com o tempo isso foi me machucando Eu comecei a me sentir muito mal com aquilo e foi aí que eu decidi tomar uma decisão terminar com ela,ms eu não sabia com fazer isso até porq eu amava muito ela(Eu acordava ela com poemas e versos todos os dias)Eu gostava muito de escrever poemas ela era a minha grande inspiração não tinha um dia que eu não escrevia um poema pra ela ms enfim.
Mesmo amando muito ela eu tive que tomar uma decisão eu terminei com ela e passei 2 dias chorando muito quando eu terminei com ela foi como se eu tivesse tirando um grande pesso das minhas costas e com o tempo as coisas começaram a ficar piores
Eu comecei a matar aula,eu parei de comer,tinha dias que eu simplesmente passava a noite inteira acordada sem fazer nada essa foi a "pior" fase da minha vida
Nessa época eu era muito magra e como eu não estava comendo nada as vezes eu passava mal na rua,eu sempre tive problema respiratório ms antes eu n sabia oque era então eu sempre parava no hospital(A mina mexeu muito com o meu psicólogo)
Voltando ao assunto Passou um tempo e eu não conseguia parar de pensar nela ai eu decidi mandar mensagem pra ela pedindo pra reatar o namoro e ela aceitou eu fiquei feliz (pensei que ia ser como antes)isso tudo aconteceu 1 mês antes do meu aniversário.
No dia do meu aniversário Eu acordei e ela terminou comigo e isso estragou o meu dia(Eu nunca ms comemorei meu aniversário)nesse dia eu realmente me afundei na depressão,com o tempo eu comecei a me cortar,comecei a ter alucinações eu via bixos,pessoas mortas etc(só quem já passou por isso sabe como é)
Ms enfim passou um tempo e chegou o dia que eu cansei de tudo No dia 24 de agosto de 2018 eu tive um desentendimento com a minha irmã e eu peguei uma das giletes que eu tinha no bolso e fiz dois cortes no meu braço(um dos cortes pegou na cartilagem)começou a voar sangue para todo os lados e eu entrei em desespero
Peguei 2 bandanas que tinha na minha mochila e comecei a enrolar mos braços e sai do condomínio rápido pra ninguém ver aquilo passei a portaria voando kkkk
Na hora que eu ia sentar na calçada uma mulher tava saindo com o carro da garagem e ela viu o meu braço sangrando e ela começou a chorar ela chamou a família dela pra me ajudar sentou do meu lado e super me motivou sabe?
Ela foi um amor de pessoa,ela orou pela minha vida e me pediu pra orar com ela e eu meio que só fechei os olhos e deixei ela orar,aí ela ligou pra ambulância
Eles não quiseram vir,na segunda tentativa foi completamente diferente Ela pediu a ambulância e me botou pra falar com a médica A médica me perguntou minha idade e onde eu morava etc.
A ambulância chegou e eu entrei me amaram na maca,me colocaram um bagulho no meu dedo que eu não sei oque era,não deu 2 minutos e já tinha um monte de pessoas em volta da ambulância querendo saber oque tinha acontecido.
(A para médica que tava na ambulância era muito linda,ela tinha um sorriso mt lindo me apaixonei por ela kkkkkk zoas)
Chegando no hospital foi tudo normal né a médica costurou meu braço(kkjkkk mano ce acredita que enquanto ela costurava meu braço ela começou a contar uma história muito nada haver tipo elas estavam conversando sobre o dia que ela precisou costurar o pinto do cara pq o pinto dele tira ficado agarrado no fecho da calça e eu fiquei tipo ?????? Moça?)
Tomei 2 anestesias local e tomei 10 pontos,tenho foto dos cortes.(Se quiserem ver eu posto) Não deu 10 minutos e chegou minha mãe(baraqueira) meu irmão é minha namorada na época.
Eles queriam tomar o meu celular porque eles achavam que eu estava participando da "baleia azul" kkk.
Ms enfim minha namorada(hoje em dia não falo ms com ela) Cuidou de mim,ela me dava os meus remédios tudo no horário,me dava almoço e janta(Na época minha mãe saía muito pra trabalhar e estudar) Então a minha namorada ficava o tempo todo conversando comigo e cuidando de mim umas 13:00 da tarde eu ia dormir na cama dela,e todo dia a mesma coisa.
O tempo passou e chegou o dia de tirar os pontos tirei e fui pra casa Uns dias depois eu voltei lá pra uma consulta. Até que um dia por pura conhecidencia eu tava conversando com uma médica e ela tava contando que ela salvou a vida de uma menina(Eu era a menina ms ela não sabia)
Ela falou que essa menina tentou se matar e eu ri e disse a menina sou eu e ela ficou muito feliz de me conhecer e com o tempo ela se tornou a minha melhor amiga sabe?ela me ajudou durante um tempo,ela me passou o endereço de um lugar que as pessoas se ajudavam(era um grupo de apoio eu frequento lá até hj)
Messes depois Ana Beatriz me mandou uma mensagem e eu toda besta pedi pra voltar com ela novamente(A cara eu sou muito idiota desculpa)ela aceitou só que ela disse que tinha que me contar uma coisa que talvez me faria mudar de ideia.
Ela estava grávida na hora eu achei que ela estava zoando ms não Ela me mandou foto da barriga aí eu pensei mentira (ela sempre foi gordinha então não dá mesmo pra ver que ela estava grávida kklkk)
Aí ela me mandou foto do cartão de gestante Só ai que a ficha caiu e eu pensei (mano era não era lésbica?) Ms enfim ela me iludiu durante um mês
No dia 29 de dezembro de 2018 ela me pediu ajuda e eu não recusei ajudar lá né
Ela disse que não tinha dinheiro pra fazer a ultrassom do bebê e eu ofereci 100 reais pra ajudar,ela me passou os dados da conta e eu depositei o dinheiro(Eu sei que eu não tinha obrigação nenhuma de ajudar ms eu tenho um coração muito bom)
O golpe. Sim eu depositei o dinheiro e ela ainda tenho me aplicar um golpe ela me mandou uma mensagem dizendo que o dinheiro não tinha caído na conta e eu pedi pra ela me mandar foto do comprovante pra mim ver se realmente não tinha caído e ela se recusou a mandar inventou um monte de histórias e não falou ms cmg.
No dia seguinte Ela me mandou uma mensagem assim "Já faz muito tempo que eu não sinto nada por vc" Essa mensagem me destruiu,minha auto estima ficou mt baixa nesse dia. Chorei ms superei kkkk
Eu xinguei ela e bloquiei. Depois disso eu perdi a confiança em todo mundo.
(Tenho uma outra história que complementa essa ms não deu pra contar aqui se vcs quiserem eu conto depois)
submitted by usernamenaoseihaja1 to TurmaFeira [link] [comments]


2020.05.27 03:12 usernamenaoseihaja1 O WEB NAMORO

Opa Luba Olá Pessoas Que Estão a Ver,Olá Editores Como vai?. Então essa história e meio antiga aconteceu quando eu tinha uns 14 anos
Lá estava eu em um belo dia até que eu tive a incrível ideia de procurar grupos de Whatsapp em páginas do Facebook,Até aí tudo bem né fiquei alguns minutos procurando até que achei. O grupo era de um meme muito famoso chamado (Sapoha) e o nome do grupo era (Sapoha vai) eu não consigo contar essa história sem ficar triste :(. Ms continuando lá eu conheci pessoas que pareciam bem "legais" sabe? Ms com o tempo eu reparei que eles não eram isso tudo ms não é disso que eu vou falar vamos direto ao ponto rs Nesse grupo tinha uma menina muito linda e tipo toda hora eu ia no perfil dela ver se ela tava online ms fazia messes que ela não entrava no Whatsapp (O nome dela era Ana Beatriz)Vou expor mesmo. Até que um dia ela mandou mensagem no grupo Meu coração gelou na hora minha mão tremeu,eu fiquei muito nervosa eu respondi com um "oi" bem simples(Eu não sabia que era lésbica kk descobri isso messes depois) Ms enfim eu passei um tempo conversando com ela Ela virou minha "irmã de consideração" eu ligava pra ela quase todos os dias ela me enviava fotos e eu enviava fotos pra ela também é ficamos nessa até 09 de outubro de 2017 (conheci ela 2 dias antes do aniversário dela 14 de maio) No dia 09 de outubro eu tava na escola,eu estava na última aula 17:20 e ela me mandou uma mensagem que dizia "preciso falar com você urgente ,me desculpa eu vou entender se você não quiser falar cmg ms" Eu li aquela mensagem e meu coração gelou eu fui pra casa correndo e quase chorando,chegando lá eu sentei na laje e ouvi um áudio que me deixou muito surpresa e muito feliz No áudio ela dizia : sabe quando eu falava que te amava?nunca foi como irmã eu sinto algo diferente por você,e eu vou entender se você não sentir o mesmo." Eu chorei muito quando esse áudio terminou e aceitei o pedido de namoro dela namoramos durante alguns messes ms não se engane que a história não termina por ai. SE VCS GOSTAREM EU CONTO OQUE HOUVE DEPOIS MAIOR QUE TRINTA🏳️‍🌈
submitted by usernamenaoseihaja1 to TurmaFeira [link] [comments]


Pedido de Namoro Lésbico Casais de coreanas lésbicas - YouTube Lésbicas, mais lindos pedidos de namoro. LGBT - YouTube Lésbicas, mais lindos pedidos de namoro. LGBT p2 - YouTube Pedido de Namoro Lesbico 02 PEDIDO DE NAMORO  LÉSBICAS! - YouTube Melhor Pedido de Casamento LÉSBICO 17 PEDIDO DE NAMORO LESBICO LINDO VÍDEO ( AMOR LÉSBICAS ) PEDIDO DE NAMORO (LÉSBICO) - YouTube

Site de encontros, namoro e chat Portugal - Felizes.pt

  1. Pedido de Namoro Lésbico
  2. Casais de coreanas lésbicas - YouTube
  3. Lésbicas, mais lindos pedidos de namoro. LGBT - YouTube
  4. Lésbicas, mais lindos pedidos de namoro. LGBT p2 - YouTube
  5. Pedido de Namoro Lesbico 02
  6. PEDIDO DE NAMORO LÉSBICAS! - YouTube
  7. Melhor Pedido de Casamento LÉSBICO 17
  8. PEDIDO DE NAMORO LESBICO
  9. LINDO VÍDEO ( AMOR LÉSBICAS )
  10. PEDIDO DE NAMORO (LÉSBICO) - YouTube

TESTE: VOCÊ RECONHECE SUA NAMORADA? [LÉSBICAS] - Põe na Roda - Duration: 10:01. Põe Na Roda ... Um pedido de namoro encantador - Duration: 3:28. Rique & Day 2,642,777 views. 3:28 ... História de amor de duas garotas (final triste) ... Primeiro encontro (Lesbicas) lindo - Duration: 1:25. Teh e kah 24,771 views. 1:25. ... NAMORO Á DISTÂNCIA 😔 A dor da saudade ... Insta:meiko_sz INSCREVA-SE😊 DEIXA SEU LIKE🖒 Olá galera!!! Neste vídeo contamos um pouco da historia de como foi o nosso pedido de namoro. 💻 Inscreva-se no canal: https://www.youtube.com/channel/UCrRSmJ... GANG - GRUPO AGÊNCIA DE NAMORO GAY. Loading... Unsubscribe from GANG - GRUPO AGÊNCIA DE NAMORO GAY? ... Pedido de namoro Beatriz e Maristela 2018 - Duration: 2:25. Caroline Hartmann 139,364 ... Enjoy the videos and music you love, upload original content, and share it all with friends, family, and the world on YouTube. Lésbicas e os pedidos de namoro mais lindo muito amor . Instagram do canal abaixo https://instagram.com/lgbtsapat?igshid=1fosva0qj79fh Twitter Confira byh tr... Pedido de namoro Beatriz e Maristela 2018 - Duration: 2:25. Caroline Hartmann 133,213 views. ... O Namoro das Lésbicas P.2 😍💝 - Duration: 6:15. Marcos Cz 17,261 views. Fique por dentro do nosso dia dia fora do Youtube Vi : https://www.instagram.com/binhamontee/ CANAL INDIVIDUAL : https://goo.gl/FqSWWh Ju : https://www.insta... SURPRESA PEDIDO DE NAMORO- MELHOR NAMORADA - LÉSBICAS - THAMY&GIL - Duration: 2:15. Mudei De Vida 17,098 views. 2:15. TESTE: VOCÊ RECONHECE SUA NAMORADA? [LÉSBICAS] - Põe na Roda - Duration ...